Qual a Diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário?

Hora de iniciar o seu curso de ensino superior. E você se depara com termos que antes pareciam sinônimos. Afinal, qual a diferença de faculdade, universidade e centro universitário? Descubra suas características e qual a diferença de faculdade, universidade e centro universitário.

Qual a Diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário
Qual a Diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário

Sobre a Faculdade

Qual a diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário?Quem determina em qual modalidade se classifica a instituição é o Ministério da Educação (MEC). Segundo o seu Decreto nº 5.773/06.

No entanto, todas as instituições são credenciadas como faculdades e recebem uma nova categoria conforme o seu avanço e características exclusivas.

✓Ainda com dúvidas? Confira também as diferenças entre:

A principal particularidade das faculdades é que normalmente elas são voltadas a uma área específica. E precisam da autorização do MEC para criar um curso ou programas de ensino. Ou seja, não possuem autonomia para fazê-los sozinhas.

Em contrapartida, o MEC faz menos exigências à administração. E os professores necessitam somente de uma pós graduação chamada de lato sensu. Que significa menos graduado que um mestrado ou doutorado.

✓ Veja como conseguir descontos utilizando os programas:

Um conjunto de faculdades pode, por exemplo, criar uma universidade ou centro universitário. Unindo instituições que são voltadas para determinadas áreas e aumentando as oportunidades.

As faculdades são mais indicadas para quem deseja estudar uma área especifica. Ou ainda, não tem pretende iniciar em programas de pesquisa e extensão.


Conheça o Centro Universitário

Para saber qual a diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário, vamos continuar!

O centro universitário possui muitas características parecidas com das universidades, mas em menor proporção. Normalmente oferecem menos cursos de graduação e pós graduação.

 O Quero Bolsa 2019 é confiável? Veja aqui!

Quanto as exigências feitas pelo MEC, a qualidade de formação dos professores é a mesma comparada as universidades. Mas, somente um quinto do corpo de docentes precisa se dedicar ao centro em tempo integral.

Os centros universitários têm autonomia para criar, organizar e eliminar, em sua sede, cursos e programas de educação superior. Como os de pesquisa e extensão.

As instituições também oferecem mais oportunidades. Abrangendo mais áreas de ensino e oferecendo maior número de cursos.


Como funciona a criação de Universidades

Ainda se perguntando qual a diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário?A principal característica das universidades é que elas possibilitam mais oportunidades de ensino. Permitem programas de extensão e pesquisa, por exemplo.

Além disso, são ofertados mais cursos incluindo um número mais significativo de áreas de ensino. Sem contar com a graduação, a maioria das universidades promovem a formação em pós-graduação, doutorado e mestrado.

Nas universidades estaduais e federais é possível ingressar por meio dos programas sociais do Governo Federal: PROUNI e SISU!

Mas, para a criação da universidade é exigido pelo MEC alguns requisitos à mais. Como:

  • Um terço do corpo docente, pelo menos, com titulação acadêmica de mestrado ou doutorado;
  • Um terço do corpo docente atuando em regime de tempo integral.

Para fundar uma universidade pública, estadual ou federal, é preciso que tenha iniciativa do poder executivo. Criando uma lei que deve ser aprovada pelo Congresso.


Exemplos de Faculdade, Universidade e Centro Universitário

E para simplificar e descobrir qual a diferença de Faculdade, Universidade e Centro Universitário é necessário apontar cada uma delas com exemplos.

Melhores Faculdades do Brasil (segundo o MEC, em 2017):

  • Escola Brasileira de Economia e Finanças – Rio de Janeiro;
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica – São Paulo;
  • Faculdade EST – Rio Grande do Sul;
  • Faculdade FUCAPE – Espírito Santo;
  • Faculdade de Tecnologia Inspirar – Paraná;
  • Instituto Superior de Educação Ocidente – Bahia;
  • E muito mais.

Melhores Universidades do Brasil (segundo o MEC, em 2017);

  • Universidade Estadual de Campinas – São Paulo;
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Rio Grande do Sul;
  • Universidade Federal de Minas Gerais – Minas Gerais;
  • Universidade Federal de Santa Catarina – Santa Catarina;
  • Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – Rio de Janeiro;
  • Universidade Federal da Bahia – Bahia;
  • E muito mais.

Melhores Centros Universitários do Brasil (segundo o MEC, em 2017);

  • Centro Universitário FACEX – Rio Grande do Norte;
  • Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo – Espírito Santo;
  • Centro Universitário de Maringá – Paraná;
  • Centro Universitário Álvares Penteado – São Paulo;
  • Centro Universitário Euro-americano – Distrito Federal;
  • E muito mais.

Diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa? Entenda!

São muitos os programas que auxiliam no ingresso na universidade. Você sabe, por exemplo, a diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa? Na euforia para conseguir iniciar os estudos é comum não se atentar a isso. Mas, é importante saber a diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa.

Diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa
Diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa

Conheça agora cada um destes programas e confira qual a diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa!

Sobre o PROUNI

Para entender como funciona cada programa vamos começar com o PROUNI. Criado em 2004 o Programa Universidade para Todos (PROUNI) é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC).

O Quero Bolsa 2019 é confiável? Veja aqui!

O principal objetivo do programa é o de conceder bolsas de estudos integrais ou parciais em instituições de ensino superior privadas. Em contrapartida, as universidades ganham o benefício de estar isento a impostos.

Para participar do processo de seleção é necessário:

  • Ter cursado o ensino médio em escola pública ou em escola privada com bolsa integral da instituição;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Participar do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), na edição anterior ao processo seletivo.

As inscrições acontecem de forma virtual. No site oficial do PROUNI. O candidato escolhe até 5 opções de curso e instituição. Para ser selecionado é necessário conseguir uma boa pontuação, pois o processo é classificatório.

O último passo para adesão da bolsa é levar até a universidade os documentos que comprovem o que foi preenchido na ficha de inscrição. Se aprovado o candidato recebe um termo de concessão de bolsa.


Conheça o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) também é um programa do governo federal, com administração do Ministério da Educação (MEC). Sua finalidade é o de financiar curso de ensino superior em universidades privadas.

Atualmente, o sistema foi divido em duas modalidades e chamado de Novo FIES. Na primeira modalidade são oferecidas vagas sem juros (igual a zero) para os candidatos que tiverem renda familiar por pessoa de até 3 salários mínimos.

A segunda modalidade é para alunos com renda familiar por pessoa de até 5 salários mínimos. Este caso funciona com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento e/ou bancos privados participantes.

A inscrição acontece no site oficial do FIES. E se aprovado em todas as etapas o estudante só começa a pagar o financiamento depois que concluir o seu curso. Tendo um prazo máximo de até 14 anos para pagamento.

Querendo saber diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa? Continue acompanhando o artigo!


Como Funciona o SISU?

Mais um programa do governo com gerenciado do MEC. O Sistema de Seleção Unificada (SISU) funciona como um processo seletivo. Os candidatos inscrevem sua nota do ENEM e escolhem até 2 opções de cursos e instituição pública.

Podem se inscrever no site oficial do SISU aqueles que fizeram o ENEM no ano anterior ao da inscrição. Utilizando login e senha criados no portal do exame.

São selecionados para ingresso em universidades públicas os que obtiverem uma boa nota comparada aos outros concorrentes. Pois, o sistema é classificatório.

Para cada curso é definida uma nota de corte, ou seja, uma pontuação mínima pra estar entre os prováveis selecionados. Cursos mais disputados tem nota de corte maior. O resultado pode ser verificado no site do programa.


Diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa?

Mas qual a diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa? Diferente dos outros programas, o programa Quero Bolsa é um sistema de iniciativa privada. Quer dizer, não possuir relação com o governo federal. O programa oferece bolsas parciais em universidades privadas.

Podem aderir a uma bolsa qualquer estudante, sem a necessidade de realizar processo seletivo. No entanto, a instituição escolhida pode pedir que o estudante faça um vestibular interno para avaliação.

As etapas do Quero Bolsa são feitas de forma virtual. No site oficial do programa. Os descontos podem chegar a 75%.

Quer saber como funciona o Quero Bolsa 2019? Agora que você já sabe da diferença entre PROUNI, FIES, SISU e Quero Bolsa, Para aderir a bolsa é necessário pagar uma pré-matrícula ao site. Depois disso, o desconto vale até o fim do curso sem a necessidade de renovação.

Para maiores informações, ligue para o 0800 Quero Bolsa 2019!

PRONATEC 2019: Inscrições, Cursos, Vagas abertas

Atualmente existe uma nova forma de capacitação, mais rápida e com mais chances de conseguir emprego, que são os cursos técnicos. Afim de levar este ensino para mais pessoas o governo federal criou o PRONATEC 2019. Você sabe como ele funciona? Conheça todas as informações do PRONATEC 2019 agora!

PRONATEC 2019
PRONATEC 2019

O que é o PRONATEC 2019?

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem como objetivo expandir, a oferta de cursos técnicos e profissionais de nível médio, e de cursos de formação inicial e continuada para trabalhadores.

✓ Buscando dicas? Veja como financiar os estudos pelos programas:

Além disso, o Pronatec visa a ampliação de vagas e das redes estaduais de educação profissional. Ou seja, ofertando pelos estados do brasil, de ensino médio em conjunto com a educação profissional.

Este é um projeto criado pelo Governo Federal, que se espalhou por todo o país e atinge em média 600 mil estudantes. Por meio dos cursos técnicos muitas pessoas conseguem se inserir no mercado de trabalho com mais facilidade, pois este ensino tem tempo menor que uma graduação.


Como funciona o PRONATEC 2019?

É por meio de uma série de subprogramas, ações e projetos que o PRONATEC 2019 funciona. Essas parcerias funcionam como pontes que auxiliam na ampliação do ensino técnico:

  • As instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Institutos Federais, CEFETs, escolas técnicas vinculadas a Universidades Federais e Colégio Pedro II)
  • As instituições públicas das redes estaduais, distrital e municipais e fundações públicas precipuamente dedicadas à educação profissional e tecnológica;
  • As instituições dos Serviços Nacionais de Aprendizagem (SENAC, SENAI, SENAR, SENAT);
  • As Instituições de Ensino Superior – IES estaduais, distrital e municipais com cursos técnicos;
  • As IES privadas e de educação profissional técnica de nível médio devidamente habilitadas pelo MEC.

Os estudantes têm duas alternativas de formação: cursos técnicos com no mínimo 800 horas, atribuídos para os que já concluíram o ensino médio com duração máxima de 1 ano ou destinado para quem está cursando o ensino médio.

E a Formação Inicial e Continuada (FIC) de no mínimo 160 horas, destinada a pessoas beneficiadas por programas do governo.


Quem pode participar do PRONATEC 2019?

Por mais que seja muito interessante fazer parte deste programa e conseguir ingressar no ensino técnico de forma gratuita, não são todas as pessoas que conseguem este benefício, existe um grupo prioritário. Podem participar do PRONATEC 2019:

  • Estudantes do Ensino Médio da rede pública, inclusive da Educação de Jovens e Adultos (EJA);
  • Trabalhadores;
  • Beneficiários dos programas federais de transferência de renda (Bolsa família, por exemplo).


Cursos e vagas PRONATEC 2019

Como o programa beneficia vários centros educacionais, inclusive aqueles que oferecem ensino médio, as opções de cursos e vagas PRONATEC 2019 dependem de cada unidade,envolvendo a infraestrutura, número de funcionários e alunos.

Mesmo sem precisão, os principais cursos técnicos oferecidos nos centros são:

  • Carpintaria;
  •  Desenho de Construção Civil;
  •  Edificações;
  • Geodésia e Cartografia;
  • Combate a Incêndio, Resgate e Prevenção de Acidentes de Aviação;
  • Desenho Militar;
  • Agroindústria;
  • Alimentos;
  • Cervejaria;
  • Confeitaria;
  • Panificação.
  • Produção, cultura e design;
  • Produção industrial;
  • Recursos naturais;
  • Segurança;
  • Turismo.

No caso dos cursos FIC recebem destaque:

  • Açougueiro;
  • Agente de limpeza e conservação;
  • Assistente de Recursos Humanos;
  • Auxiliar de Cozinha;
  • Bombeiro Civil;
  • Cabeleireiro;
  • Copeiro;
  • Desenhista Mecânico;
  • Eletricista Industrial;
  • Garçom;
  • Jardineiro.


Inscrição PRONATEC 2019

Os Institutos Federais, o SENAI e o SENAC apresentam oferta contínua de vagas ao longo do ano.

Procure-os para conhecer o calendário de matrículas das vagas do PRONATEC nessas instituições. Através das outras parcerias os interessados podem realizar sua inscrição PRONATEC 2019 através do site do programa.

Veja como fazer:

  • Caso você preencha com os seus dados e não encontre vagas, clique no link disponível para ficar na lista de espera;

  • Insira os seus dados para ser notificado quando houver uma vaga.

ENEM 2019: Inscrições, Prova, Edital, Gabarito

A prova que vem mexendo com a cabeça de todos os jovens com certeza é o ENEM 2019. Afinal, é á partir do resultado obtido com a nota deste exame que muitos conseguem ingressar na universidade. E para saber tudo o que envolve o ENEM 2019 e não perder nenhuma informação, leia este artigo!

ENEM 2019
ENEM 2019

Como funciona a prova do ENEM 2019?

Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da etapa de escolaridade básica. Podem participar do exame alunos que estão concluindo ou que já concluíram o ensino médio em anos anteriores.

✓ Buscando dicas? Veja como financiar os estudos pelos programas:

Desde 2017 a prova foi dividida em 2 datas, os inscritos realizam o Enem em 2 domingos consecutivos. São 4 áreas de conhecimento desenvolvidas separadamente nestes dias:

  • No primeiro dia do Exame são aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação; e Ciências Humanas e suas Tecnologias. A aplicação tem cinco horas e trinta minutos de duração;
  • No segundo dia do Exame são aplicadas as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias. A aplicação tem cinco horas de duração.

Cada prova objetiva tem 45 questões. São, portanto, 180 questões de múltipla escolha no total. Cada questão da prova objetiva tem cinco opções de resposta e apenas uma resposta correta. A redação deve ter o mínimo de sete linhas e o máximo de 30 linhas.


Edital ENEM 2019

Como a prova do ano de 2018 ainda não foi concluída, o edital Enem 2019 deve ser lançado em breve, um tempo após a realização e resultado do exame do ano anterior. Quem lê o edital já sai na frente, isso porquê nele estão descritas todas as informações referentes ao Enem, inclusive sobre as regras em prazo.

Enquanto não são lançadas informações sobre o exame de 2019, conferir o edital de 2018 é uma boa forma de estar por dentro de como funciona as etapas e o regulamento. Tenha acesso ao documento neste link.


Inscrição ENEM 2019

É muito provável que você consiga realizar a sua inscrição ENEM 2019 á partir de maio de 2019, já que normalmente este é o mês estabelecido para a realização da etapa. Nos últimos anos foi estabelecido um período de 8 dias para a efetuação do cadastro, é muito importante ficar atento a data limite.

No momento da inscrição o aluno deve criar um login e senha, anote esta informação para não perde-la, pois é com ela que você conseguirá se cadastrar para outros programas do governo, por exemplo, o Programa Universidade para Todos (PROUNI).

É através do portal do Enem na internet que os interessados realizam a inscrição, por enquanto esta etapa ainda não está disponível. Até mesmo quem conseguiu a isenção da taxa deve realizar o seu cadastro. O valor da taxa deve ser em torno de R$82.


Resultados e Gabarito ENEM 2019

Os resultados e gabarito ENEM 2019 devem ser divulgados no portal do exame na internet, á partir da segunda semana de janeiro de 2020. Com a pontuação conquistada o aluno pode se inscrever nos programas oferecidos pelo governo federal que possibilitam sua entrada na universidade, como:

  • PROUNI;
  • FIES;
  • SISU.

Além de ser permitida a realização da prova para trainee, como forma de autoavaliação, neste caso os resultados são divulgados em março.

 

 

SISU 2019: Inscrições, Notas de Corte, Resultado

Exitem vários programas oferecidos pelo governo federal que possibilitam a entrada para a universidade, e o SISU 2019 é um deles. Todo mundo sabe a importância que ser graduado em uma instituição pública proporciona, e para ter essa conquista você pode contar com o SISU 2019.

SISU 2019
SISU 2019

Como Funciona o SISU 2019?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), pelo qual instituições públicas de educação superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

✓ Buscando dicas? Veja como financiar os estudos pelos programas:

O processo seletivo do Sisu possui uma única etapa de inscrição. Ao efetuar a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu.

Ao final da etapa de inscrição, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem. Os candidatos selecionados terão um prazo para efetuar a matrícula na instituição e confirmar a ocupação da vaga.

Quem pode se inscrever no SISU 2019?

Existe um grupo e público alvo certo que pode se inscrever no SISU 2019. Estas exigências não costumam ser alteradas, por tanto, independente do ano os requisitos são os mesmos:

  • Candidatos que tenham feito o Enem no ano anterior ao de candidatura ao programa;
  • Ter obtido na redação nota que não seja zero.


Nota de Corte SISU 2019

A nota de corte SISU 2019 representa a pontuação mínima que o candidato precisa conquistar no ENEM, para que consiga se classificar e ser selecionado para ingressar na universidade de sua preferência.

Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

É importante alertar que a nota de corte funciona apenas como uma referência para que os candidatos se organizem quanto a sua inscrição. Por tanto, ela não garante a seleção para a vaga.


Inscrição SISU 2019

A inscrição SISU 2019 acontece exclusivamente pela internet e não exige o pagamento de nenhum tipo de taxa. Para a realização do seu cadastro o portal pede que seja inserido o número de inscrição e a senha do Enem, nada além destes documentos.

Mas, se aprovado, para a matrícula na universidade são exigidos vários tipos de documentos, fique atento a essas informações que serão divulgadas no site ou pela própria universidade.

A data para se inscrever no programa em 2019 ainda não foi divulgada, mas no ano anterior o período foi de 23 á 26 de janeiro, é muito provável que as datas sejam mantidas, mas se alteradas serão por pouca diferença.

No momento, o portal do Sisu não está disponível para o cadastro.  Mas, enquanto isso é possível esclarecer todas as suas dúvidas por lá.


Resultados Sisu 2019

O resultado do Sisu 2019 pode ser consultado no boletim do candidato, na página do Sisu, nas instituições participantes e na Central de Atendimento do MEC, no telefone 0800-616161.

Veja o passo a passo de como realizar essa consulta:

Passo 1: Acessar o portal do Sisu;

Passo 2: Clicar em ‘Ver meu boletim’;

Passo 3: Informe o número de inscrição do Enem e senha. Depois, clique em ‘Entrar no Sisu’ para ter acesso as demais informações.

PROUNI 2019: Inscrição, Resultado, Cronograma, Lista de Espera

Hoje no Brasil, existem faculdades privadas que produzem excelentes profissionais. Muitas vezes a porta de entrada para essas instituições é o PROUNI 2019, um programa federal que possibilita a ingressão de estudantes na rede particular com bolsa parcial ou integral. Veja agora como funciona o PROUNI 2019.

PROUNI 2019
PROUNI 2019

 O que é Como Funciona PROUNI 2019

O Programa Universidade para Todos (PROUNI) tem como finalidade conceder bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições de ensino superior privadas. Esta é uma iniciativa do Governo Federal, criada em 2004.

✓ Veja como financiar os estudos pelos programas:

O Programa possui também ações conjuntas de incentivo à permanência dos estudantes nas instituições, como a Bolsa Permanência e ainda o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que possibilita ao bolsista parcial financiar parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

A seleção dos candidatos é feita por meio da nota conquistada no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).


Requisitos para ser bolsista do PROUNI 2019

Os interessados em ingressar em centros de ensino utilizando o programa, devem ser estudantes brasileiros que não possuam diploma de curso superior e que atendam a pelo menos uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola;
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ter feito o ENEM 2019 e ter tirado média acima de 450 e não ter zerado a redação;
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos não há requisitos de renda;
  • Para bolsas integrais o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa;
  • Bolsas parciais de 50%, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.


Cronograma PROUNI 2019

Existe uma organização com datas dos processos para a participação do programa. O cronograma PROUNI é divulgado pelo Ministério da Educação (MEC).

Para 2019 estas informações ainda não foram estabelecidas, mas seguindo o que foi decidido para o ano anterior é possível ter uma ideia do que vem pela frente.

  • 03/04: Inscrições abertas a partir desta data;
  • 09/04: Prazo final para inscrição de candidato ainda não matriculado na instituição de educação superior em que deseja se inscrever;
  • 30/04: Prazo final para inscrição de candidato já matriculado na instituição de educação superior em que deseja se inscrever.

Inscrição PROUNI 2019

Antes de iniciar a sua inscrição PROUNI 2019 certifique-se de que participa do grupo ao qual o programa é destinado, e que conseguiu a nota mínima de 450 pontos no ENEM.

As inscrições são gratuitas e acontecem no site do PROUNI 2019. O processo seletivo é composto por duas fases: processo regular e processo de ocupação das bolsas remanescentes.

As diferenças mais significativas entre as fases é que o processo regular é destinado á quem participou do Enem no ano anterior ao de inscrição no programa. Enquanto que as bolsas remanescentes podem ser disputadas por quem fez o Enem á partir de 2010.

No momento, somente os interessados nas bolsas remanescentes podem realizar a inscrição PROUNI 2019. Veja como:

  • Clicar em ‘Fazer inscrição’;

  • Para primeiro acesso, clique em ‘Primeiro Acesso’;

  • Informe o CPF e data de nascimento para iniciar o seu cadastro.

Leia atentamente as instruções sobre quem pode participar das bolsas remanescentes. Você encontra essa informação clicando aqui.


Resultado PROUNI 2019

A primeira etapa para a seleção dos candidatos acontece via internet, na ocasião é possível escolher até 5 instituições de ensino superior, cursos, habilitações ou turnos dentre as disponíveis. Em seguida, o sistema classifica os estudantes, de acordo com as suas opções e as notas obtidas no Enem.

É gerada, então, uma lista dos estudantes pré-selecionados em cada curso de cada instituição. Depois, os estudantes devem comparecer às instituições de ensino, levando os documentos que comprovem as informações prestadas em sua ficha de inscrição.

Após a entrega da documentação, a instituição de ensino deve aferir a pertinência e veracidade das informações prestadas, concluindo pela aprovação ou reprovação do candidato. O resultado PROUNI 2019 fica disponível no site até 24 horas depois da data limite para o comparecimento na instituição.


Lista de Espera PROUNI 2019

Ao final das duas chamadas, o candidato poderá manifestar o interesse em participar da lista de espera do PROUNI 2019. Esta lista será utilizada pelas instituições de ensino para preenchimento das bolsas não ocupadas.

A manifestação de interesse em participar da Lista de Espera poderá ser efetuada em março, na página do PROUNI 2019. Pode participar da lista de espera, para o curso correspondente à sua primeira opção, o candidato:

  • não pré-selecionado nas chamadas regulares em que tenha ocorrido não formação de turma na sua primeira opção de curso;
  • não pré-selecionado nas chamadas regulares em que não existam bolsas disponíveis na sua primeira opção de curso;
  • pré-selecionado em sua primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.

PRAVALER 2019: Crédito Novo FIES, Simulação

O PRAVALER 2019 é o maior financiamento estudantil privado do País. Mas, você conhece e sabe como funciona o PRAVALER 2019? Está é uma boa alternativa para começar a sua graduação, mas pagá-la depois que terminar o seu curso. Assim, você tem um tempo para conseguir o seu emprego e pagar a faculdade!

PRAVALER 2019
PRAVALER 2019

Como funciona o PRAVALER 2019?

Alguma vez você já ouviu falar sobre financiamento estudantil? Ele funciona como um empréstimo que paga a sua graduação e depois você devolve este dinheiro. A diferença é que normalmente as primeiras parcelas são pagas depois da conclusão do curso.

✓ Veja também como realizar a sua inscrição:

O PRAVALER 2019 já está 12 anos na ativa, inclusive com financiamento juro zero, dependendo da faculdade. São mais de 500 instituições de ensino parceiras e mais de 120 mil alunos que realizaram o sonho de estudar.

A contratação é semestral. Cada semestre você paga em um ano, mas as parcelas nunca se acumulam. Isso acontece porque você só começa a pagar a segunda contratação quando terminar a primeira.

Assim, se você financiar todos os semestres de um curso de 4 anos, por exemplo, você terá 8 anos para pagar.


Etapas PRAVALER 2019

O início das etapas PRAVALER 2019 acontecem pela internet, no portal do programa. Por lá é possível simular a contratação do crédito para financiamento, e cadastrar os seus dados para análise.

Uma informação muito importante é que você precisa ter um garantidor, uma pessoa que se responsabilize pelo seu crédito.

A sua ficha será analisada pelo programa, para saber se você terá condições de pagar o financiamento mais tarde. Mesmo com esta verificação, caso você não tenha conta bancária, não precisa se preocupar, pois não é obrigatório.

  1. Simulação;
  2. Análise;
  3. Envio dos documentos de forma online;
  4. Pronto, pode utilizar o seu crédito.

➜ Você encontra todas as informações sobre os processos que devem ser feitos clique aqui.


Novo FIES / PRAVALER 2019

O novo FIES agora é dividido em 3 modalidades, que vão de acordo com diferentes grupos. Mas, o PRAVALER, vai oferecer financiamento aos alunos de duas modalidades, inclusive sem juros, dependendo da faculdade escolhida! Foi organizado assim:

  • FIES 1: Exclusiva para estudantes com renda familiar per capita de até 3 salários mínimos. Nessa modalidade o financiamento é feito pelo governo, os alunos não pagam juros sobre as parcelas, porém há um limite de 100 mil vagas;
  • FIES 2: Exclusiva para os estudantes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil que possuem renda familiar per capita de até 5 salários mínimos. O PRAVALER está presente nessa modalidade, inclusive para financiamento sem juros e sem limite de vagas;
  • FIES 3: Semelhante à modalidade FIES 2, porém aberta às demais regiões do país. Nesse cenário, podem se inscrever para o FIES os estudantes que possuam renda familiar per capita de até 5 salários mínimos. O PRAVALER também está presente nessa modalidade, com os mesmos benefícios da modalidade anterior.

PRAVALER 2019 SIMULAR

Para tentar o seu crédito estudantil, antes de tudo é necessário fazer o PRAVALER 2019 simular. Veja como:

  • Logo na página principal do portal, você consegue ter acesso ao valor máximo da mensalidade que ficará disponível para a simulação, basta informar a sua renda e a do seu garantidor.

Passo 1: Acessar o site do PRAVALER;

Passo 2: Escolher a opção ‘Simule’;

Passo 3: Agora começa a simulação, são 4 etapas: cadastro, simulação, seus dados e fiador. Estas informações serão enviadas para o sistema e se a sua ficha for aprovada você receberá um e-mail informando a confirmação.

FIES 2019: Inscrições Abertas, Resultado, Lista de Espera

A chance de iniciar a sua graduação pode estar bem perto, com o FIES 2019, o plano de financiamento oferecido pelo governo federal, é possível fazer o curso agora e pagar só depois da conclusão. Com esse tempo você consegue juntar dinheiro para quitar a faculdade. Veja como funciona o FIES 2019!

FIES 2019
FIES 2019

Como funciona o FIES 2019?

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em cursos superiores de universidades particulares.

✓ Veja também como realizar a sua inscrição:

Em 2010, o FIES passou a funcionar em um novo formato: a taxa de juros do financiamento passou a ser de 3,4% a.a., o período de carência passou para 18 meses e o período de amortização para 3 (três) vezes o período de duração regular do curso + 12 meses.

E o que isso quer dizer? Você paga juros menores do que pagaria com outros financiamentos, tem 1 ano e meio para começar a pagar pelo curso,  e tem o seu saldo devedor  parcelado em até 3 vezes o período financiado da duração regular do curso.


Mudança para Fies 2019

Em 2018, foram realizadas algumas modificações nos critérios de seleção dos aprovados para o financiamento. Estas alterações também valerão para o Fies 2019. Agora, existem 3 grupos que determinam os perfis dos candidatos e possibilita até mesmo juros zero.

Fies 1 (mantem o atual modelo) – 100 mil vagas

  • Para estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos per capita;
  • Taxa de juros real igual a zero.

Fies 2 (nova modalidade) – 150 mil vagas

  • Para estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos per capita;
  • Vagas destinadas às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com recursos de Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

Fies 3 (nova modadalidade) – 60 mil vagas

  • Para estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos per capita;
  • Vagas para estudantes de todo o país.


Quem pode se inscrever no Fies 2019?

De acordo com estes grupos selecionados por modalidades, já dá para ter uma ideia dos requisitos básicos para realizar a inscrição Fies 2019. Ainda assim, outras exigências precisam ser consideradas, como:

  • Candidato que participou do ENEM, a partir da edição de 2010 e tenha obtido média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a 0 na redação;
  • Possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até 3 salários mínimos.


Inscrições Fies 2019

Buscando informações de como se inscrever no FIES? É necessário acessar o portal do programa e seguir algumas etapas. Todos os anos são divulgadas as datas para que os candidatos se inscrevem, normalmente entre fevereiro e março.

A data limite já foi encerrada, mas um edital para o segundo semestre pode ser divulgado com novos prazos. Ainda assim, saiba quais são os passos para realização deste processo:

1° Passo: Inscrição no Sistema de Seleção do Fies (Fies Seleção)

  • O primeiro passo para efetuar a inscrição consiste em acessar o Sistema de Seleção do FIES (FIES Seleção) e informar os dados solicitados: número de Cadastro de Pessoa Física (CPF), data de nascimento, e-mail válido e cadastro de senha que será utilizada sempre que o estudante acessar o Sistema;
  • Após informar os dados solicitados, o estudante receberá uma mensagem no e-mail informado para validação do seu cadastro. A partir daí, o estudante acessará o FIES Seleção e fará sua inscrição informando seus dados pessoais, do seu curso e instituição.

2° Passo: Inscrição no SisFIES

  • O estudante pré–selecionado deverá acessar o SisFIES e efetivar sua inscrição, em até 5 dias corridos a contar da divulgação de sua pré–seleção, informando os dados de financiamento a ser contratado.

3º Passo: Validação das informações

  • Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), em sua instituição de ensino, em até 10 dias contados a partir do dia imediatamente posterior ao da conclusão da sua inscrição;
  • A CPSA é o órgão responsável, na instituição de ensino, pela validação das informações prestadas pelo candidato no ato da inscrição.

4º Passo: Contratação do financiamento

  • Após a validação das informações, o estudante, e se for o caso, seu fiador deverão comparecer a um agente financeiro do FIES em até 10 dias, contados a partir do terceiro dia útil depois da data da validação da inscrição pela CPSA, para formalizar a contratação do financiamento;
  • No ato da inscrição no SisFIES, o estudante escolherá a instituição bancária, assim como a agência de sua preferência, sendo o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal os atuais Agentes Financeiros do Programa.


Resultados Fies 2019

Os resultados Fies 2019 ficam disponíveis no site do Fies Seleção á partir da primeira semana de março. Com o login e senha o candidato consegue verificar a sua classificação na lista de classificação e pré-seleção.  Siga o passo a passo que é bem simples:

1° passo: Acessar o site do Fies Seleção;

2° passo: Clicar em ‘Ver meu boletim de acompanhamento’;

3° passo: Informar seu CPF e senha.


Lista de Espera Fies 2019

Os candidatos classificados de acordo com o número de vagas do grupo de preferência serão pré–selecionados na chamada única. Os demais, não pré–selecionados, serão automaticamente incluídos em lista de espera Fies 2019.

Para acessar esta lista basta seguir o mesmo passo a passo da consulta da lista de selecionados. Acessando o site do Fies Seleção e clicando em ‘Ver meu boletim de acompanhamento’.

Educa Mais Brasil 2019: Bolsas de Até 75%

Você conhece o Educa Mais Brasil 2019? Ele é um programa que beneficia milhares de pessoas oferecendo bolsas de estudo em universidades particulares, ótima oportunidade para quem deseja iniciar os seus estudos, mas tem dificuldades financeiras. Gostou? Então conheça mais sobre o Educa Mais Brasil 2019!

Educa Mais Brasil 2019
Educa Mais Brasil 2019

O que é o Educa Mais Brasil 2019?

Há mais de 10 anos no mercado, o Educa Mais Brasil é um programa pago que oferece bolsas de estudos para diversas áreas da educação:

  • Graduação;
  • Pós graduação;
  • Educação básica;
  • Cursos técnicos;
  • Idiomas;
  • Preparatório para concursos;
  • Cursos profissionalizantes;
  • Educação de Jovens e Adultos (EJA);
  • Preparatórios para pré-vestibular e ENEM.

O Educa Mais Brasil 2019 é uma das maiores organizações que promove estes descontos, as bolsas podem chegar á 70% do valor integral. São mais de 18 mil instituições parceiras e 450 mil candidatos privilegiados com o auxílio do programa.


Como funciona o Educa Mais Brasil 2019?

Os interessados em conseguir os descontos que o programa promove, devem fazer a sua inscrição no site. Assim como o programa Quero Bolsa 2019,  Todo o processo é feito via internet, basta o candidato preencher um cadastro e emitir a confirmação da adesão.

Mas, as bolsas têm um valor e o aluno deve fazer o pagamento da taxa no ato da matrícula, na universidade escolhida. Também é necessário fazer a renovação da sua parceria com o Educa Mais Brasil por meio de contribuições semestrais.

Pode ficar tranquilo, mesmo que exista um custo para a adesão do desconto e ele seja pago por semestre, a bolsa ainda sai bem em conta, pois os valores não são abusivos. É só colocar na ponto no lápis e você vai vê que compensa.


Inscrições Educa Mais Brasil 2019

Como dissemos, todos os processos são realizados de forma digital via internet, por isso você pode acessar o portal do programa com o seu celular, tablet, notebook ou computador. Mais uma facilidade que o Educa Mais Brasil 2019 oferece.

Depois de decidir qual curso você pretende ingressar chega a hora de oficializar as inscrições Educa Mais Brasil. O legal é que se você ainda não tem convicção do local que pretende se matricular, mas sabe o curso, o próprio site faz uma lista com as melhores instituições seguindo a sua localização.

Siga este passo a passo que é bem simples, e garanta a sua entrada na faculdade ou centros educacionais.

Passo 1: Acessar o site do Educa Mais Brasil;

Passo 2: Do lado esquerdo da página o candidato deve preencher as primeiras informações, assim o site faz um filtro com o que você precisa. Para começar, informe qual a modalidade de ensino você deseja buscar;

Passo 3: Agora, chega a hora de inserir o local que você busca para estudar, o tipo do ensino, se prefere uma lista por curso ou instituição e qual o curso;

Passo 4: Ficará disponível uma lista com os melhores centros educacionais e o preço da mensalidade. Repare que o desconto também aparece. Depois de comparar as informações e escolher qual a sua preferida, clique em ‘Quero Esta Bolsa’;

Passo 5: As características do curso e informações importante sobre ele ficam disponíveis. Para confirmar o seu interesse, selecione novamente ‘Quero Esta Bolsa’;

Passo 7: Começa a etapa do cadastro, basta inserir os seus dados. Para finalizar, clique em ‘Confirmar’.

As próximas etapas ficam disponíveis somente para os candidatos, mas elas apresentam explicações bem dinâmicas e fica fácil efetivar a sua inscrição. Lembrando que este processo é gratuito!

Quero Bolsa 2019 Simulador

Sabia que está disponível o Quero Bolsa 2019 simulador ?Agora, você consegue encontrar quais os programas do governo te ajudam a ingressar em uma universidade, usando a sua nota no ENEM. Além disso o Quero Bolsa 2019 simulador pode listar as universidades parceiras do programa que estão próximas de você!

Quero Bolsa 2019 Simulador
Quero Bolsa 2019 Simulador

  O que é o Quero Bolsa 2019?

O Quero Bolsa 2019 foi criado por uma instituição privada e tem como principal objetivo auxiliar com descontos os interessados em ingressar em uma universidade particular. Usando uma das bolsas disponíveis no site, o candidato consegue desconto na mensalidade até o fim do curso.

✓ Veja também informações sobre:

Ao todo são mais de 1 mil universidades parceiras do Quero Bolsa e a vasta lista de 50 mil cursos. Em torno de 14 estados do Brasil são atingidos, assim fica mais fácil encontrar um curso com preço justo e pertinho de você.

Para adquirir um desses descontos os interessados devem fazer sua inscrição no site do programa, pagar uma taxa de pré-matrícula, realizar normalmente o vestibular na universidade pretendida e no momento da efetivação do seu cadastro na instituição, apresentar o comprovante da pré-matrícula.

Lembrando que você só paga a taxa uma única vez e consegue aquele descontão até o fim do curso. Caso você desista, antes de realizar sua matrícula na universidade, o Quero Bolsa 2019 disponibiliza a devolução do dinheiro. Quer dizer, você não sai perdendo nunca.


Como funciona o Simulador Quero Bolsa?

A maioria dos processos que você fizer envolvendo o Quero Bolsa vai ser via internet, apenas a matrícula na universidade é feita presencialmente. E com o Quero Bolsa 2019 simulador não é diferente, você consegue simular a nota de corte do ENEM nas faculdades particulares.

Além de te apresentar, de acordo com a sua nota, quais os programas oferecidos pelo governo você pode usar, o site também deixa disponível as universidades que te aceitariam. Isso te faz economizar um tempão e te ajuda na hora de escolher qual faculdade ingressar.

Também é possível simular a ingressão em uma instituição sem a utilizar a nota do ENEM, neste caso somente com as bolsas oferecidas pelo programa. Uma lista com as universidades que oferecem o curso que você deseja na cidade mais próxima de você, fica disponível junto com o valor da mensalidade e da bolsa.


Quero Bolsa 2019 Simulador

Vamos te ensinar duas maneiras de utilizar o Quero Bolsa 2019 simulador, a primeira é utilizando a nota de corte do Enem e a outra é a lista com as bolsas disponíveis de acordo com a sua cidade, curso e preferências de pagamento. Veja só como funciona.

Simulador de Nota de Corte do Enem

  • Role a página até o fim. Na opção ‘Programas do Governo’, selecione a alternativa ‘Notas de Corte’;

  • Agora, você deve inserir qual o curso pretendido, a sua nota no Enem, a cidade que deseja estudar e o seu e-mail;

  • Aparecerão as universidades que aceitam a sua nota e qual programa você pode usar para começar os seus estudos;

  • No fim da página fica disponível o total de faculdades que você pode estudar de acordo com a sua nota do Enem. Caso deseje, este resultado pode ser divulgado no seu facebook.

Simulador Bolsas de Estudo pelo Quero Bolsa 2019

  • Do lado esquerdo da página você deve preencher as informações: tipo de ensino, localização, qual o curso, até quanto você pretende pagar, pode inserir uma faculdade que deseja e selecionar o tipo de curso.

  • Clique em ‘Encontrar minha bolsa’;

  • O site deixará disponível uma lista com todas as faculdades disponíveis segundo as suas exigências, além do valor da mensalidade e da bolsa.